Declaração do CB sobre o ‘Project Northmoor’

O Conselho Branco - Sociedade Tolkien, entidade sem fins lucrativos cujo objetivo é discutir e disseminar a obra e a vida do escritor J.R.R.Tolkien, vem por meio dessa se pronunciar sobre o Projeto Northmoor, campanha encabeçada pela escritora Julia Golding com o apoio dos atores Ian McKellen (Gandalf), John Rhys-Davies (Gimli) e Martin Freeman (Bilbo jovem), dentre outros nomes envolvidos com os filmes e projetos relacionados às obras do Professor e que visa a compra da antiga casa de J.R.R.Tolkien para fins diversos.

De acordo com nossas regras estabelecidas via estatuo é prerrogativa do Conselho Branco Sociedade Tolkien disseminar e estimular todos os projetos cujo foco seja explicitamente a divulgação do trabalho e obras do escritor inglês J.R.R.Tolkien, bem como suas diferentes formas de leitura e disseminação pública.

No entanto, acreditamos que o Projeto Northmoor, como estabelecido de acordo com sua proposta publicada e divulgada internacionalmente não corresponde explicitamente a proposta elevada por esta sociedade Tolkien e por isto não deve conter nosso endosso, embora não demonstramos igualmente nenhum interesse em explicitar veto de qualquer tipo ao projeto em si.

Nossos questionamentos são, especificamente:

  1. A falta de clareza sobre o que será feito com todo o dinheiro arrecadado, principalmente no caso do projeto não conseguirem bater a meta. Afinal, segundo o projeto, o dinheiro não será retornado e será usado para outros projetos culturais diversos;
  2. A escritora Julia Golding e seu marido abriram recentemente uma entidade de caridade visando a arrecadação que, embora conte com o apoio de atores e de membros do portal de notícias tolkiendili The One Ring, não conta com o apoio da Tolkien Estate;
  3. O modelo adotado levanta o questionamento sobre o uso do nome Tolkien sobre o projeto. Afinal, são entusiastas de Tolkien usando uma infraestrutura de financiamento caritativo cristão, ou investidores cristãos usando o nome de Tolkien para arrecadar dinheiro?
  4. segundo Julia Golding, o projeto visa “promover o trabalho de Tolkien, permitir que uma ampla gama de escritores e artistas se reúnem para escrever, aprender e criar (...)” o que faria com que o projeto não fosse ESPECIFICAMENTE focado na obra de Tolkien.
  5. O Projeto diz que é preciso "salvar a casa de Tolkien" que na verdade não corre perigo patrimonial de fato. Afinal, está listado como Grade II Listed Property, o que demandaria análise para qualquer alteração arquitetônica.

Nestes termos, O Conselho Branco Sociedade Tolkien por meio de sua atuação no cenário tolkiendili brasileiro considera que o projeto não se mostra transparente o suficiente em suas atribuições para se adequar às nossas diretrizes de divulgação e promoção específica das obras do professor J.R.R. Tolkien.

Pelas razões explicitadas, o Conselho Branco Sociedade Tolkien demonstra o seu não endosso ao projeto.

Atenciosamente,

Diretoria Nacional do Conselho Branco Sociedade Tolkien,

14 de dezembro de 2020.